Música

quinta-feira, fevereiro 16, 2017

gravado no sibilar e no suspiro o teu e o meu qual brio e leveza a condizer qual fogo simples e brisa anos a fio a se saber entretecer



gravar em palavras
em gesto o que vai
além da semente
de quem cresce
dia a dia

essas que se anuciam
entr'ia  imaginação e a fantasia
e mais acima árvores de cores garridas
flores e frutos a  serem  verão e veredas

em mão todo-los dias
a serem plantadas
na palma das maõs
nas plantas dos pés
discorremos
por entrio verde
e a pedra mais quente
ao final do dia
desses calores serenos
de beijos amenos
das palavras qual sentes

Sem comentários: