Música

terça-feira, fevereiro 21, 2017

de novo Primavera!

hoje, só hoje, pensei em ti
hoje, só hoje dei por mim assim
qual estar no teu regaço
sentindo a vida passar
qual em calmo fogo baço
como se de memória do aconchego
se tratasse
como se de um ponto cego se abraçasse
e bem se perfizesse mais um cenário
e nesse estávamos nós como fora
como como poderia voltar a chegar
depressa  o mais tardar quando tu quiseres voltar-me a ver
aonde e onde e quando estivéssemos sempre a contar
um com o outro, mano a mano; numa amizade maior
a embalar, o que somos por dentro, o que fizeramos,

num novo "mundo real"
centro com centro
doce lamento
coração de Outono agora
qual ser primaveral...

Sem comentários: