Música

sexta-feira, novembro 20, 2015

FALTA AINDA - TANT@ - POR @ VER... NASCER...



no 
amor
às de vencer
anim@

libertar

com fogo 
ameno 
amigo pleno

assim 
bem
se 
bem

conjugar

assim 
reforjand@

um@ 
"espada"

SER

de vento 
d'agua de luz

deste 
solo 
que 
bem
 sangrando


desd' 
@o 
mais profundo

sua vera luz
desde o mais alto... 
dos mais altos pilares
ess'@ estrela



de brio

de vid'@

encontrar


és
tu
assim 
em
bem por
em 
cim@

de 
mim
sem ter 
d@ ser

qual 
uma entrada
d@ 
cinema
paga


nem a saida
de uma casa
que
d'@

amor

infame
se 
inflam@







e as flores que já vemos em 3Ds assim sendo - qual o enredo de te ver a mim e a ti assim também quais vedetas menos bem vedadas e quais vetas CRISTALINAS DE ESTRELAS NUNCA DANTES ASSIM - sentid@'s - contadas.... bem vistas... de costas voltadas - @o chão... desta terra mãe assim - MOLHADAS... e quando entre olhares as mesmas - em silêncio - se viam - @ sendo - vivas.... por dentro... por fora - MEROS REFLEXOS... de uma vereda afim a ti e a mim - PERSPECTIVAS as novas sem tempo - FUGINDO e as velhas COM TEMPO - se ora valendo ora desvanecendo - por entre a bruma e o tempo - sendo despejadas - aos milhares de milhões de devoções de coração em vida @ssim - delapidadas - quais novas pedras novas gema s- mais não entrelaçadas - mão em mão assim sempre - sendo qual um belo passeio assim por fora afinal por a dentro - assim - quais jóias que sendo quais diamantes por sempre ofertados seres humanos vendidos trocados de seus vivos pares demacrados desmarcados arrancados despojados para se unir em cola de papel - de celulose de teflón que ess'@outra... a viva senhora... nem cose nem deix@r á de coser.... uma amplitude sem termo sem tempo para se bem amar ora se bem condoer... ora se vir @ corresponder

segunda-feira, novembro 09, 2015

MEIA DE VER e mei da de SI meia e meia ha de per se vir....

Umas paginas de vidas entre linhas - assim @sentid'@s - @'ssim... mais... não... estão...

 - @press@d'@s - send'@s prezadas - assim... quais ess'@s ledas...  tecid@s.. por  @ntr'@s tecid'@s viv'@s... seres asimlibert@s sim sendo libertad'@s - @'ssimasinão... sendo - exprimid'@s... express'as - as tuas n'as minh'as - palavr'as - assim se bêm... s'entre teç@m...por'@ntress err@s... e falh@s... exist@m ess'@s tais corduras... pr@- ambicionad'@s... antes de serem... "jássuas"

 -@! sim! "suando".... @sim ess'@... o bem dizer 
- a bem ser - @'sim soando... soad@s... quando o poem@ o tema e poesia viva em trema assim tremura ecadra se entrega... @! sim!...
 por @ntr'@s... tr@guas.. e as trevas... se bem ver'@s...




- reluzindo um ser de vida assumindo a...sim... qual a chama que proclame e bem... dizendo... assim a ...exclame...  que sendo... qual ave... que apura... @ seu.... descendend'@... aceler' @ e bem nos... ...ALUMIA...


- por dentro HA SINTONIA...  e por @... fora... assim... bem.... se @namora 

- assim 'n@ sua pr@pia forma assim tal qual... @ em ess'@ emoção... devoção... @ hum@nidade... assim qual @es'@ mais... assim tais - mais não sé... confort@
 sendo assim qual um@pedra de ser erguida  qual a chama que dentro a perda assim qual "perola"... qual esteio qual facho em noite - @!sim! @s'cur@...


- assim qual "refach@"... dess'@... @! sim! do@ss'@o sentir @' saber sentir @'mar - gur@ 
- assim qual @ cinto que'ss'@ b@mais'@pert@va...ess'@... o ser... que assim... ess'@ bem se enamor é na sua - entre ver@dor... por @ntr'@ verdura... @! sim! mais'@... candura!

 ali tal @ qual teme quem assim saiba e também a preservar e bem sendo bem o sabendo espadas em terra - cravando -  e aos céus as aguas "louvando"... assim são quais ess'@s agu'@s descendidas das tuas roseas.... faces ....das paredes... das rochas.. por entr'@s facetas... 

vivas assim se cond@endo... e assim quais @ugoas... viv'as! puras! assim FERVENTES!... chamadas desde os ecos das mais antigas - vertentes e falésias mais não olvidadas desde Antes d'antão - assim em devoção sustendo o pov@... vivo o povo... íntim@ o povo desd@ ao interior segue'@ o sendo...



assim ess@'s também v@o... @o sE bem... ver em - em si mergulh@d@s... mais não se do@r@m... 

 - entrelaçando e mais mal dizendo - de ladoa lado -d e um a a l«mesma  linha uma s dizem que fervem outras que fri'@ vizih@!....

aonda o calor apreme  apremura! de bem sere etreme -a sim sem temer... 
- assi m ais não sabendo qual o ser ser rebento qual o que vir'@... h@  nov@' o ser....

... em sua a hora @ bem @ levav@... 

- conforma alguma em veleidade....

bundo asumindoasim ess'@ também... @o vento.... advento... @ b em... dizer ao cume bem e leva - @o bem .. entr@... dentro... assim pass@... @ passo de ir @ voltar... e @0 voltar a o ver - @ ren ascer...

- a palm@ suave... a palma a cab@... asim ai s nã@ entretecida.. entre mão d'ir mão de regr@s @r - amor e amar - dess'@ mão @ ir -  em suster @ mant@r... sem @ t@r... ser alado que paira ao lado - lado alado quandoentregue quando doado quandp asim livre pleno e a pura - quando sendo - presa acaneiraa mais - apagada e quando apagado a sim p'rela - asim mais bem caneia cancela e bem - trema e mais tema e menos tremura emais tremor - assim qual o serd evida que em devida aa canduraa sim ai sexprima e menos deix'a de a ver... 

 nem enternecid@ sustento de saber ver eviver o ser que ANIMA  e qu animo traz qual doce SUSTENTO- dess'ave que asim bem renasce e bem suav@ ser sempre sendo - qal lume qual vida que se esgrima sem estar sem espar«da sem "palavra" invers@ assim bem dizendo - que a sua intensa suavidade para amsi alé idade asim quais "swrods" transformadas enre campos asim o ser d'amor que bema leva e mais não @ f@ga... e entre ess' @ luzidi@

 - clamor @ "lon@bjur@"...@ mais... o sentir... ess'@ qu'@l @ de vid... @ ....o tempo... n'@sc@ra @! sim!... 

a pura chama e ao bem chamara sim tão bem  chamo com paixão mais além - deixar de o ser - com devoção entre  a viv@r' @ opção... viver send'@ o ser... qu'ind@ de l@... chegar@... o... SER...






sábado, novembro 07, 2015

o lume o lúmen o brio e frio a deriva e a chegada e @ cendendo... assim se VENDO - sem ter de ser ACHADA... sempre por @ dentro mais não desencontradas as nossas vivas vias e as nossas linhas de novo entrelaçadas....

Vir@ "estebelecer" - @ ess'e@mbelezar - poemas e vida... @ reunir... em vez d'@s deixar: @vagar..

 @sim... tanto tant@s... vagando.. viv'@ escora que se sabe e sente... quando... da vida se senete a demora de cor e coragem.... deess'@ brio...  ind'@ send'@usente...

 qual em viv'@ nav'e amiga - qual um algo que nos acompanhe que pareça qual peso e se prenda em ilusão que nos ampar@ ess'@ em verdadeira - devoção...


assim se atenda... qual iluminando uma noite de brio de frio um caminho por entre estes esses - ... tant@'s! quais seres quais as opções.. que da via entre as veredas assim percurso sempre... vai vered@ @for@...ora @ vemos... or@... procuramos ... outr'as por @ simples ser...  @ssim... simples! @ trovamos!...






quinta-feira, novembro 05, 2015

UM@ PALAVRA ENTRE LINHAS E UM @LINH'@ POR ENTR'@S PALAVRAS...

Um poema e um@ poesia... reiniciar   apagar o dia  - antigo fundamento de subir o monte assim -a subir desaparecer e seguir assim... @ subir  espiral de doce @ lento.. assim qual mais bem vale assim qual mais valia - a sim uma poesia que bem se sabe - @! sim! ess@ que por dentro é viva... e @ vida @! sim! se... pronunci@...


uma força assim se ter de ser - amig@... há a voz sentida e sentimento @!... assim... suave e viv@... assim pro dentro mesmo entre o frio... dess'@outro... @ ruído... do dia dia...

- sentido assim @... bem se perfazendo...

- @! sim! por entre o dia... @ e @...
 ... noite e os e de portento... assim qual @s@s...

que bem trespassa o frio de ão saber de mais não ir nem com bem ser...
- assim de seguir decidir a decisão de mais não cindir a sim coesa assim coerência...
 @! sim!... coesão!

 - de estar ali aonde o mais breve l@pso... de vida @asim...

@ sustente... @ assim... a onde @ vida e o seu suave alente assim

 - suave sempre
assim - @ bem leve
- @ssim... ess'outra por dentro.... a pura... @o ser @O... tempo... mais não a candura... de seguir sentindo... de seguir abrindo... pequenas veredas assim quais passos... entre velas... assim quais ess'@s... entrevistas...

assim ver@das.... e entre os "espassos" - escassos de bem decidir e dizer @o lembrar...
@!  esse ser... de vida... a sim... @ acompanhar...  por entre ...esses seres... entre os seres de " parecido mais não as copiarem... em teclas... em sons... em impressões... mais não digitas...


...nem feita @ mão...

 @ssim quais os dedos... digitem teclas... assim... quais teclas... imitem sons... assim quais os sons ouvidos... desde os mais íntimos "abrigos vestidos"... assim e entre sons - istmos - assim recriados sendo libertos mais não amar - ad@s....

assim parecendo - qual uma e a mesma vida vale  o mesmo- assim mais não send@...

a reescrita as vivas send@s que sintas e os que bem assim hesi(S)tam

- @ssim... sem mais... bem dizer... que os tais sons locai- assim bem mais podem - com bem ser...

ess'@as prendadas as vidas a localidades mais não send@'s loc.aliza.das... nem por seres... de sua ultra - @ outr@' bordagem... nem as suas letras e  multi inversos versos - trasgiversando...


uni-versos... nem assim -send@ assim anunciando...

su@ dita - @n"coragem"... quando renascem por dentro tem em si mesm@s fundamento e têm assim tempo e ver@da.... d@ em cor.... d@ centro... definindo


- assim sustidas.... assim subsistindo... quais ondas assim breves quais @nimos... leves... @ssim...

esses animos animados esses seres de vidas - quais seres quais esses tais... que sendo asim iguais mais não ced@m...










 com@,  si d'@r eses  der and'@ ar @les! a ir e voltar...

-@'sim les @ les.. @ssim  sempr@ lend@... assim... qual @ calent@...

assim qual s@r@s... d@ vida... @ sustend@.. ess'@ bela - qual cara vela - asim o bem prendando asimamsi bem voga e navega sim am@or de vida e bvela assim...
 tanto... tantos er que chega assim... @ tantos der ram@ndo assimais nao susti dan@ e...

@ja!... plenitude @!... vida... assim im... perdida sendo quando assim - @ despida... @ ess@ tal qual @ cham ess'@ chama@... asim mais não sent@,,, gand@... @sin...@ lisa... não se escondendo... asim... a sis tindo assim... @ sustendo...

por entr'@'palma...da mão... na mão do ser - de amar tal - qual assim qual uma barca se @beirando e seres de vida com vida @ssim se entregando....

...@'s i m entreg@ tend@... entreg@ndo... @o ser

 @ regres@r - assim ao sem  se vend'@r... bem se bem ver cuidar estando assim assim sem mais @ 0 tempo... a esse ser que bem de mais a si menos... atende a tes em aias assim sustid@,,, assim... qual...  um@dv@g@ - @da - asim meiga sendo assim qual uma ancora da de si o momento send@
aneh'gad@ assim aisnão parecida sendo ancorada a sim qual @ própria vida...


 - assim qual ess'@'sa... caudal...

@mi... za...d@...g@...

Lis@ - assim um@ bel a cham a asim qual mais marcaa sim bem sendo a prendo anda

- sim... @mais... '@ sem@lh'@ peça...


- ced'@r assim... entre pressões... exprimir e ser - IMpressionad@s - PARA... ENCONTR@... ess'as @S VIVAS... 
@ESS@NCIAS... QUE SE MANIFEST@M - qnd @os LIVRES... SEJAM ASSIM - mer@'s VIVAS... 

Rosa d@ Cedro qual @  Rosa d@ Papel - uma força de vida que rima com ser de ser de ser de consoante assim qual uma palavra em vid@ qual uma vida em uma palavra.. ja @ viste esta consoada?....














 pair@m e vo@m e per se.. seguem assim... seres que voam e @nimos.. @mais... breves elev@m...



 - sem saberem quem ais quem menos asim talvez - por mais de bem ser mais nada se vendo asim quais bem serem si mesm@s... send@...




mais não sobre em por bem saber quem  assim sabem que sobem que rimam... sem saber em

- em ninguém quais gotas de sal -humildes quais gotas bem de sentir em si mesmas se sabem e exprimem e assim se sabem também  reunir... em ti assim fuindos...sem mais sem terem de ese entrelaçar - forçadas assim seres afins -parecidos e iguais sempre ao vento ao sabor do tempo mais não sendo - sustidas quando entre ventos e espirais sendo quai seres d enovo - vv@as...
as...



 umas forças brancas brandas asas clamorosas e outras sendo livres elida spor dentroe por a fora a vida inteira .a sim formosas... ambas a mesma força em equilíbrio como HA  de ser - ASSIM SEMPRE EM DANÇAS D ERODA MENOS FEITAS E MAIS A BEM  bem condizer... em localidades asim amis descrita se aisnao entre ditas - urbes que asim ficam -e xpeditas -a té expdicionárias pedras fundacionais assim bem renascendo - asim quais as aves quebem reais asim pro entre o brio o frio e o seu animo - o seu livre evivo - aprofundamento.. até serem de novo despidas de medos e de virtudes e esendo asima ssistidas cheguem aonde os ventos assim concluem...





 a slocalidades podem em sim mesmas - fornecer - um dom uma vida uma via e uma força de beme star por netre tantos  e tantos sons... que - as ditas ondas nos estão a bem - doar...

assim mais nãod - libertos
-@ssim... qual uma fuga de um re sustido - asim qual um suave som - asim sempre engana e ganha o seu libre e propio  al bed e rio...

tmos nos sendo...
- asim q ual criança em ventro -asimem utero - se resguardando .- asim qual um tempo que chegou sendo tempo e maisnão sendo - part@...

dom" e virtude o ruído esterno eterno ruido mais não se diz nembem se cuid@...

 que bem @ssim... sendo  assim... @s assistidas...
sim

- @s sendas... abertas por passos...  humanos.. espaços vivos e urbanos -a sim coerentes entre  o ser de renascer entre o espaço vivo @ ser vivente...

 por @s passos... d@s animais... anima @sim sendo...

 - assim quais... seres d@ brio... afins... mais não Iguais...


 mais não sendo indentificad@s - por entre as aldeias @os seres - aldeões...

por @ntre ess'@s verdades.. @ meias... @ssim... por @ devoção...



- as ditas protas as ditas veredas os ditos camihso as mais simples lendasque asim se transformam ebem se confortam e mai bem se enamoram e lá ai além ali aonde as agias também assim @ choram....




quarta-feira, novembro 04, 2015

PARTE I - de mais - e regressa asim semmais - @ querendo - asim ess'@ sustida - em mão requer uma outra força e forma de ser - @nim@|gu@l@fim

um dia uma hora na que as lágrimas - de toda uma vida sorriem e também choram... 
um@ noite... um@ poesia!... em forma e força d@ prosa! e @! propi@ vida! que assim sendo se bem  - @-  sim entrelaça @ dança! @ bem... jamais passa!...

 - @ mais... bem dizendo...- não passa:


 - @! assim... qual um brio que rio - assim send@ssumido or entre o fluído - frio or@ - destinor'@o fado 

-assim @ viv'em nós... @ssim - em mim..é seue sendo - sentido chama livre a o vento - assim em um@ letra se com @ send'@ vive...  e bem tem por sempre:

 HUM@N@IDADE

ess'@ em ti... ess'@utravés ... de bem viver a vês... @assim - viva sempre como lume entre noite candente como chama que por mim... qual a viva a voz....por @ntr' @s... @guas... ess'es mais.. frios tremores... 


@ssim! que bem soa! quando @ bem mais - se bem - @ proclame@... bem traz de novo... @os seres viventes... os aspectos candentes os vivos @maiores e redentores... pares entre primeiros...
 -  primores d@ Ser são d@ Vid@ -  ainda estando em força e forma humana ainda esperand@'
ess'@ chamada... @sim su@ brida... sua vid@  @ mais não sendo... d@ prender...sendo d@ esper... d'@speranç@... in com ti... d@...