Música

segunda-feira, abril 27, 2009

O "Dom"


Cada um de nós é um “Dom”… milhares de milhões de anos para que o Universo tomasse forma auto-consciente e se precatasse de ser um “eu”...

Cada um de nós já foi uma estrela: brilhando e consumindo seu ser até se transformar em carne; de Hidrogénio e Hélio a coisas de Carbono… o caminho que já percorremos!

Cada um de nós tem um “dom”… alguns são “perseverança”, outros “entusiasmo”, alguns são “jovialidade” outros “criatividade”. Alguns são “compromisso” outros são “variedade”…

Alguns caminham em linha recta enquanto outros ondulam nas páginas do real.

Alguns iluminam os tons cinza enquanto outros amansam a tela em tons azuis ou verdes; alguns outros brilham com luz própria em tons encarnados ou amarelos…

Na pintura da vida diária - na partitura do ser - somos tons, somos sons, somos pequenos pontos no quadro da existência onde o “maestro” nos vai tocando ou o “artista” nos vai pintando sem que nenhum saiba ao certo o seu lugar… mas somos parte da “grande obra”, somos gotas no grande Mar…

É certo! Já fomos a luz de uma estrela e somos um dom ao iluminar este Universo com milhões de olhares que o vêem, que se revêem em prismas cada vez mais complexos e coloridos – faces de um diamante vivente que projectam novas realidades na estrutura do real…

És um “Dom”, tens um “dom"… nunca te esqueças disto!...

terça-feira, abril 21, 2009

Os Sons da Vida

O sorriso de uma criança, a chuva numa tarde de Outono, a brisa por entre os galhos num ocaso silencioso…

Sons que ecoam na alma e que todos levamos já dentro de nós. São estes e muitos outros sons que nos motivam a sonhar, que se fazem sonho e que nos elevam ao caminhar. Agora, mais do que nunca, presos entre rotinas – devemos sonhar!

Talvez tocar aquele instrumento que nunca tocamos, pintar aquele quadro que nunca nos atrevemos a pintar, escrever aquele poema de amor que ficou no tinteiro desde a juventude… necessitamos sonhar, pois é assim que se combatem os pesadelos da vida.

Um abraço de esperança por entre as linhas do real – reescrever realidades e fazê-las virar sonho, reencontrar sonhos e fazê-los reais. Com a delicadeza do voo de uma ave, com a força de um furacão; uma vez encontres um sonho, não o deixas da mão – agarra-o com toda a força e faz deste mundo um lugar melhor!

Sonha a realidade e ajuda a que esta esteja mais perto do coração. É um pedido de amigo, é uma mensagem de remissão.

The Soloist