Música

terça-feira, maio 15, 2012

Ribeiro de Esperança





Pensar fluído...

Se respirasse... ao mesmo tempo me concentrasse... a fazer ou a ser...

Se o ar que me ocupa... ocupando montes e vales... se purificando nos mares... fosse também o meu ar...

Sereno... entre as rochas fluíndo ameno... quanto poderia meu ser acalmar...

Na tempestade... que dicta o mundo... que marca a idade

Reencontrar esse fluxo de vida... movimento perene... subtil... sustentado...

Harmonizado através de movimento... estado da mente... centrado...

Desperto... para o alimento... minha força e pensamento...

Alerta... para sentimentos que aninho... e quais quero alentar?

Consciente... de ser responsável... pela orientação das palavras, dos atos, da vontade

Vivo... para impregnar palavras com serenidade... interpretações do mundo em liberdade... abraços às pessoas plenos de paz...

Feliz... por estar aqui e agora... por vibrar o que sou por dentro e fora... por fluir num mundo que precisa de mim...

Deste ser... deste saber... deste dizer e fazer...


Dos momentos nos que tremo pois mostram que levanto...

Dos momentos que vacilo pois mostram que sei escolher...

Dos momentos nos que paro... pois prometem que estou a voltar a viver...


Sereno o fluxo... movimento constante... respiração circular, espiral, modular...


Vida que se fez presente... com roupas de gente... ser a fluir...

Sem comentários: