Música

sexta-feira, maio 17, 2013

Not Alone Pt. III


Nota de vida,
 que decorres 
– sem pressa – 
incontida...

pelos trilhos 
que a tua perspectiva
 tem para entregar…



Pois esses são os passos que já cá existiam
quando decidiste a vida caminhar

e da Grande CASA saíste...
para a tua história escrever...



e - quem sabe um dia - regressar
para alguém - por ti  - a contar

e - por ti - um dia - recomeçar…

A escrever - a melodia
que soa no tempo sem cessar...

Que ao tempo dá fundamento
- no coração do eterno a palpitar...



Essência que se ilumina...
noite fria que se esvai


(when any chance of valor has gone beyond recall or desire)

Alvorada que desperta o novo dia,
para em consciência nos despertar...

Do ciclo das horas fugidias...  
das ilusões a transpor
Está a esperança contida 
esperando uma mão estendida
com simples e puro ardor 

- força imensa que se manifesta - 
pelo simples facto de o ser
humano, humilde e soberano 
por ser simplesmente igual a quem se é



E verás estes muros abertos de par em par
Seguirás... a estrela cadente no teu peito a brilhar
Descobrirás... outros passos iguais aos teus
Saberás - que despido de tudo o que era frio
Encontrarás a verdade nessa tua nudez...

E assim te hão de abraçar...
nessa beleza pura - tua luz sem par
E assim se entrelaçarão
- duas essências, cadências -
que se fazem vida em som...


Sem comentários: