Música

sexta-feira, junho 12, 2015

SEM TITULO



CONTAR HISTÓRIAS ENTRELINHAS 
- POETAS SABEDORES - 
DAS ESCURAS FRIAS COISINHAS...


"Que talhas com teu machado,
As tábuas do meu caixão,
Pode haver quem te defenda,
Quem turve o teu ar sadio,
Quem compre o teu chão sagrado,
Mas a tua vida, não! "

Sem comentários: