Música

sexta-feira, janeiro 27, 2017

esteios de viver a vida que nos é dada - momentos na pedra mais firme na voluta de ar bafejada no vidro desse inteiro integro ser em ti e nessa subtil brisa que paira e passa através de nós sem ter fim

as mais simples alternativas
quando  sintas a via da vida e suas perspectivas
quando escolhendo caminhes para o fruto do futuro em fiel presente
quando  dia a dia repetires caminho netre  montes e montes de gente
e remando por vezes contra a maré

outras velejando nos ares dos tempos que também tu és
assim vás colheitando o que por dentro ansiando vais...
que a completude...
ora a plenitude seja:

de via de vida
tal qual tu a beijas
assim tal qual tu a vês;

Sem comentários: