Música

segunda-feira, outubro 12, 2015

@S L@GRIMAS DE VOLT@ (R)

- quando @! sim! send@ lida - por sempre lida e reconhecendo - qual sua a nascente - send@... 
VIDA PLENA E LIVRE - por entre as rochas dos nossos passos.... por entre esses... antigos altivos.... altos abraços... send@ - saíd@  - se mostrando - suave e livre.. send@... cantarolando


 - até adquirir cor... ao sair... @ Luz 
- d@ sol do luar e mais não claridade e transparência... qual humana a idade... em sua natureza... @ pura @ consciência.... @ transformando - sons e sonhos e imagens... em mundos... 

... universos novos.... por dentro... send@... qual @ parecer
-  por fora transparecid@s essas claras veredas... es@as @ verd@s.... 

...luzes das nossas vivas:


 quais espr'anças... sempr@cesas....

 enquanto as vidas... 
peças.. 
parecid@s... 
sendond@...

quais as l@ges... 
quais os passos... 
que bem pass@s... 


@!...sim!... 

ess@ send@ d@s... 
testemunhos.... 
d@ vid@... 
entrelaçando...



 um@ mão... 
qual @! 
um @ tal...

canto...

....n'um cont@...
 ...d@ vid@...  
@!...sim!... 
...se mostrando...





que contem e cantem as suas próprias veredas sentidas...

 vidas (L@MPADAS CESAS ou ETERNIDADES SENDO - EM TERNA IDADE 'IND@ SUSTID@(S)

 livre.... @!...sim!...
 quando...mais não!?... 
send@... apagad@...
@! caminho do CORAÇÃO...

Sem comentários: