Música

quarta-feira, outubro 28, 2015

HUMA @ - IDADE - E - o brio e a SAUDADE de bem saber querendo o que de brio e de verdade ainda anim@ o ser que @ viv'a por dentro... reflectindo n'um mundo novo - qualrenascer - depois de terador - mecido - nem passado nem passo... afastados - mais não... lon gin quo(s) - nossas mesmas lagrimas emmundo inteiro lavradas por humanas paginas d eviver ainda por escrever sendo prendadas - vidas mais de milhares de milhões de vivas opções ainda@ sim "esper" - ares - non...









- essas as vidas dos tais profetas e profetisas que bem se entregaram e que em vida mais não - nada disseram... nem de suas vidas... a vida muda a gente a assistência bem - com eloquência
 - em renovação - múltipla ficou assim - abalada - na calada da noite ficou o dia - dess'a tal -  "noite estrelad@" - vincente - vigente - luzidia depois de flores de mil sois a sois - pintadas -  descritas depois a calada -a calada da noite as bem via as bem prezava e na noite de mil lobos uma melodia em hora a trova a poesia @! m@tric'@ mais fin'@ do amor! roubada... até uma... @! outr'@ voz - por entr tod'@s... em viv'@ voz... @ssim @ contar@...


bem @ comentara.. de quem fora...@! quem servira... e quant'@s! quant'@s!... @nim@s... @ @nim@s... assim - @ bem dizer - alçar@ - ou  - @ mal dizer... sempr'@levar @...

o génio - dali além aqui aquém asim - escadas subindo até a sos consigo mesmo  asós a vid aintima aplena vida asim refelctindo qual dt partid aa ntiga xadrez e comprmissso - assim qual um ser de criança que levava a sacola um tabuleiro eum livro na mente e se fez assim 2fixe" e entre fichas deixoude aprendero qu de vida e da via se via - e a ssima bem dizer - que e como via - assim em criança esse dom de estar de queerr vencer avançar até ao ultimo patamar - AMAR - MAI SALÉM ESPARANÇA ou perder por amor e continuar amanter a BONANÇA de vento  barlo vento assim maisnão avançando assim qual vento ZÉFIRO ALENTO E MORPHEU @! sim! qual teu e meu - era se bem preservados e maisnão degeneram se senda viva percorra os er send@ honrado.. por quem veja - por quem saiba assim ver por quem reconheça ess'a viva chama afim semelhante 

- assim qual familiar chamarada.... em peito arder @ chamada... sem ter de @ proferir 


@! palavr@! que cuida @ resguarda e sendo livre - @ salva e @ guarda.

...que sendo qual espad@ - mais não @ de ferir...

- despertando - livre send@- libertando 


- assim ferindo: a oca treva... a louca espera 

- assim trespassada!... por um@ viv'@ chama!... por uma vaga... de fogo em vivente ser - reencontrando um renascer ou nascerde novo para não e perder assim seguindo - assim - per se ver @ndo 

- assim qual um@ lâmina- que vai em frente - rasgando - @ caminho por entre ess'@ mais densa 
- @!  cinzenta... @ treva...! assim qual de madrugad'@ nova madrugada... @ vida trazendo... e @ sempr' @ outrorgando...



- encontrada - @ uma n'@ outr'@ sendo - livres quando... abraço em si se exprim@... 

- assim @ bem dizer... amais não p@sses @ encontrando... 

sustento entre o tal - a lento - assim se plantando... quais as veredas.. que bem por dentro todo o vivente ser assim retratara - e quanto mais pungente o ser e o sentir mais assim - a bem dizer -a bem rira a bem a chorara.. e quanto mais assim - ouviram repercutiram e bem ouviram desd'outra forma  e força... 

@! bem  teatral! que @ rica senda se prova -  qual se conforma -@ quem serve!.... que voz que chora.- quando rico... o palhaço... de lágrimas sendo investido... e qual "pierrot" do passado...
- por entre o povo... segue sendo - povo uni(n)do...

 por entre o ser de assim representar 

- es'@ mascara - de usar e retirar -dia adia ora assim mais não sendo @ hora - ness'@ hora se faz assim se vai refazendo... até desconhecer... norte e guia por entre tanta lonjania em perspectiva essa que o norte ser que guia poeta e poesia e tema e alegria mais não sendo - reflexos de vida ofertando caminhos... @ssim experimentando... se interrogando.... tal qual homem e humanidade despida:


de fé ... num trebelho que não existia a sim tomar forma e força qual vida...

d@'sperança.... assim parecendo.... transformada e de amor em tecnologia... 

@ tão fria... que?! quem?!? 

ama assim pela noite dentro segue e @ cal@!?!? ... 

se mesmo quem procurava @ cura... @ cuidar... @ vida... assim mesmo... "cria" e menos dividava!...
@ quem se deixou... 

- assim qual @ regência... ess'@ que valor principal -se outorgou tal - simples 
PRÓPRI@ gerência... 


- ingerindo as vidas sem final e as transformando em valor capital 
que sempre foi sendo que sempre esteve assim 


- capital valor por entre seres vivos - qual ser vivente -  anunciando - onde ficava - o nascente a nascente e onde se depunha vida em "juvenal posança" e por onde e como o norte o rumo norte ind'@ sendo....qual criança - AV@NÇA!...





sim se interrogando... enquanto o ser conta e canta e bem se vai e diz assim... a sua - A TUA! 
- intima palavra... amig@ - meig'@ sim condiz...

 mais não saindo assim se entregara 
@! outro mundo 
assim - ouvindo vendo sentindo... mais não - jamais se encontre nos circulosentrelaçados dos nossos compromissos de viver por entre espirais de traços dados ali plantada para jamais se encontrar e@u perder...



 - qual @!arte...! @  ess'@rtista... e sua suave forma... qual @'ve'ss@ que renasce por entre as cinzas.... @ que se esbate - em ti e me mim - mais nã se conforma....

- maneira assim em roda de cor dizendo o que de cor@çao s@ir@... qual um@ via e uma vid'a.. 'ind@... inteira!...

ir e voltar navegando p'los grandes e pequenos nos retratando - pro entre juncos de barcas mal plantadas abeira rios e pelos frios mais altos assim quais céus estrelados - assim umas são "siluetas" - de sombras discretas - que sendo vão quais vedetas - hinos escudos retratados que nos os tempos ...mudos... nos que bem falamos... nos guiem em sonhos que bem também sonhamos e que tragam ares limpos de quando assim bem disséramos - que sonhos!... nossos sonhos - assim entr'@guas assim por entre céus e amares velados nos foram entregues para serem em vida assim - consumados
nos foram - outorgados - em salva guarda para plantar quais sementes de vida e de bem fazer qual caminho que se vai fazendo rumo a tal -a espr'ança.... @ planta....r de vida.... ess'@ que bem ... e @li menta... ao ser de vida em criança... ao voltar ao saber olhar.... olhar acima... aos céus 

- assim quais olhares meus - estando - assim igualados - ambos olhos olhares - de seres vivos assim - quais parados....

tombados uns e outros... em equilíbrios parcos...mais não pagos.... uns e outros.... em ser de complemento.. qual ser em doce por entre esse grácil momento.... esses os tais 

- vidros os cristalinos vidros ainda - 'ind'@ e onde - por @ ser - re- encontrados...

nas memorias dos factos - nos factos nos que - essa força mais e maior do que glória de humilde memória nos preenchia encontrava a bem dizerem... a braço.... festejando... em olhar de vid'@ iluminava... e em toque d@ ser... dess'@ sem querer ...sem desejar' @ se entrever... 


ess'@ força... que assim nos atravessava... e se desfazia 
-@h! sim!... se requerer mais nada 

- @ssim se entregava... assim se deixava... de novo - ir... e  sendo e ficando...preenchidos de vida assim tu em mim - eu em ti ...

poderíamos LIVRES ASSIM... @ BEM dizer @o PARTIR sem ficar separados - encarar pleno de vida plenitude de vida apor vir - assim mais não sendo um caminho que recuse... que @ "reclua" que seja reclusa para agua a viv'@  -  nascente! estando... quais valores da madrugada - se levantando - qual luz depois do ocaso... assim contrastando e bem se entregando 

- 'inda que a noite e o lusco fusco.. pareçam durem.. pareçam durarem - ti - ou mim -  mais do que de vez em quando a luz seja 


-qual ess'@ em nós... celebrada e que @ alvorada esteja.... por dentro e por fora @! sim! @também!...

qual breve senhora de brio assim qual @ bem amada - lembrada - lavrada... qual a mais fina terra... de sonhos plantada... por entre o rumor do frio - do alvo Estio - e do relâmpago ou trovão segue aquecendo - e  entre o tempo e seu sustento sua razão segue e sabe nos seguir... assim - nos bem dizendo....


 de maior primor e qual @ mais breve... ess'@ espera... de vida... de brio... d@ o mais fiel amor... assim @ @ mar - lev@...


 em nós qual vivo presente assim possa de novo - surgir e parecer e bem sendo - recobrir - por fora e por dentr@' o ser... de vida @ que procure ess'@ marca... essa linda e vag@'em falta 

- que mais não se sabe - bem como - definir - apenas evocar - lembrar e preparar - mil e outra formas de a voltar a - viver - atentos atentas assim sem mais - deixar de viver -  ess'@ passo mais simples - ess'@ mais singelo... pass'@ se d'@r 

- assim por dentro uma chav@... um@  clave... uma nota de sintonia - que bem se exprimia qual @ espad@ que assim sendo VIVA.... @ssim une e unifica.... e deixa a treva que separava - a sim - de partida 

- assim - como entrou pela mais ínfimo lugar cravado na madrugada.. dos sonhos dos esperares das esp'ranças.. @ bem ou mal guiadas.... 
assim parta.... em direcção... aonde... a sua própria luz a bem gui@ 

- na "lonjania"... permanecendo... afastada... qual sol e lua assim também em vida - nos animem 

- sem nos vir ver e tocar.... de forma suave e simples... @conchegando.... seja o dia.... seja em si ess'@ estranha noite por entre os dias e noites
 qual arca... qual a quem @ barca abraça - assim segue e passa @ bem sabe assim bem passar passo apaso passado repetindo e entre estrelas profundos mundos ouvindo o ser de vida em cântico a bem - dizer a bem clamar a bem perfazer o ser que lhe foi outorgado a escolhe e a unificar em HUM@ Unidade - 

HUM@N@IDADE...

Sem comentários: