Música

sexta-feira, junho 08, 2012

Credo...




Creio: no que Une e Liberta... O Fogo branco é uno, nele está contido o vermelho, e por isso serve para purificar... unir o que se encontrasse separado... e libertar do medo e do engano...

Creio: que os valores que nos sustentam são o chão onde pisamos... as raízes que nos unem à terra e que permitem que aspiremos ao céu estrelado... pontos firmes ocultos na alma e que apontam ao mais sublime com os ramos que através deles fazemos brotar...

Creio: que há sentido neste mundo, que estou aqui para concretizar algo e que parte do caminho é saber para onde estou a caminhar...

Creio: que a fé, esperança e amor têm potencial de mudança, são renovadores da vida e do ser por completo...



Creio: que onde coloco a minha atenção coloco a minha força vital... e que tenho o dom de livre arbítrio para escolher o que vai crescer neste mundo, em mim e nos que me rodeiam com esse poder recriador que me é confiado;

Creio: no "bem" como uma sintonia, harmonia, semelhança ao apelo vital e semente original depositada no "ser"...

o "resto" como resistência que se vai deixando atrás para encontrar o centro desse "ser";

quanto mais perto da periferia maior a resistência... quanto mais perto do centro, do "coração", do "amor" mais e melhor a vida flui...

Creio: que há forma de promover o que é "bom" e alimentar o que ainda pode melhorar;

jornais dando atenção ao maravilhoso de um mundo tão belo como imenso e apontando propostas para o que ainda pode madurar;

as minhas conversas, textos, pensamentos e opiniões direccionados para o melhor que há neste grande mundo, nestas grandes pessoas à minha volta, neste grande ser que me habita, que em mim palpita...

Olhar o coração: a coragem, a iniciativa e engenho - a força renovadora de cada ser humano - no sentido de procurar ver o que ainda posso crescer, centrar, aprender... o que ainda podemos ser...

Creio: que sou totalmente responsável pelas minhas opções - mesmo aquelas que deixei de tomar... assim recebo o prémio vital de escolher - as consequências dos meus actos.

Responsabilizar é um bom "adubo" para ajudar a germinar sementes de vida em pessoas centradas, confiantes, livres para escolher de forma esclarecida...

Creio: que cada ser humano tem um potencial de mudança fascinante e o dom de se estabilizar;

Creio: que juntos somos mais fortes;

Creio: que apontar o que há de melhor no ser humano E ajudar a ver o que pode ainda madurar é caminho de vida;

Creio: que somos espelhos da vida depositada em redor;

Aprender a olhar é uma arte;

Creio: que o ser humano é muito mais do que pensa...



Creio: que na matriz humana estão latentes os potenciais para gerir a vida, o mundo que nos rodeia e o universo... e apenas despertará essa consciência quando o caminho de vida assim o dispuser... até lá são potenciais latentes esperando que o peregrino seja digno de os viver...

Creio: nas pessoas... que tudo aquilo que é ignorância e medo se transformará gradualmente em luz e iluminação...

Creio: que o tempo é uma medida de qualidade mais do que quantidade... é o aspecto revelador dos dons e sementes de luz plantados no profundo do ser, esperando o substrato correcto para crescer e florescer...


Creio: que aquilo que é bom em nós, que aquilo que plantamos com amor - terá sempre a faculdade de nivelar todas as sementes de vida ainda enquistadas na sua casca, com receio de despontar, rasgar a terra e abraçar o ar...

da teimosia à perseverança;

do vacilante ao inovador...

simplesmente porque algo ou alguém vão regando e iluminando todas as sementes de luz que já estão floridas no seu jardim... e a água da vida alimentará as sementes que estão latentes na terra fria, esperando por germinar e ocupar o seu lugar ao Sol...

Creio: que é o amor que realmente move o mundo e que vamos residindo temporariamente numa caixa de compressão - com algum ruído e interferências;

cores velando o ver, ouvir, sentir e viver uma verdade fundamental;

a todo o momento repetindo sua frequência original.... "és amado... és amado"...

Creio: que todos os enganos tem uma razão de ser... e sei que são enganos porque em nós habita a verdade...

poucas vezes algo ou alguém me revelará algo que já não sejamos... isso é um Dom...

Outras vezes, recordo... o que, simplesmente estaria esquecido debaixo da rotina, o hábito ou a desmoralização...

Creio: que com uma linha e uma curva se vai caminhando a vida...

uma direcção, um sentido e uma amplitude;

Creio: que me são dadas pistas sobre o rumo, a seguir, o passo a marcar e a harmonia do caminhar;

sou eu o responsável por andar;

Creio: que é útil e renovador ganhar consciência do tanto que há ainda por aprender... são os copos vazios que se podem preencher...





Sem comentários: