Música

terça-feira, dezembro 01, 2015

UM SER DE BARCA - UM SER DA BARCA - UM@ BARCA... POR ENTR@' SONHOS... @ "PR@NDAD@"



quando uma voz se eleva a outra bem se evoca 

quando n'um cântico 
d ess'@emigrar 
dess'@emigração


gaivota de coração
 em 
mão a bem

querer voltar qual cântico 
que se ri se sabe e se nossa

quando 
assim e também 
sabe  
bem dizer

- MARINHEIR@ NOITE EM BEIRA - 





 qual 
saber assim vogar qual o saber de mais bem aprender índole de nome sem renome assim nacional
 e quantos beijos e lugares assim bem acender e quantos mais
 quantos mais corações em peito se erguendo e quantos mais 

- beijares de suave alento a distancia... que bem se preza por dentro

 em 
TEMPO EM TEMPO! DE SABER QUAL 
@
A
IDADE E QUAL 
SEU 
DOCE E ETERNO


SER 
ATÉ
@O 
...FUNDAMENTO...



 boca de boa a boca... sendo levado qual um beijo...  DE VIDA
 QUAL 
ess'@ tal 

- assim tendo sido "@lvidad@" - 


@ssim 
dess'@ lés a lés

 através do mais fino trilho DO SOL.... de seguir falando ora em catiga de escuderia ora de ser de cabtar RUISEÑOR - qual a prata mais viva de saber escrever sem bem dizer em fronte assim bem 
erguid'@ 
"coroa" 


mais
antiga 
sim 
@
bem
se 
saber 

- "ouvir" ess'@ sã sabedoria de uma antiga linha de
vida que de brio se soube @ssim 
"
@
bem
dizer

PR@C@VER...






Sem comentários: