Música

quarta-feira, outubro 22, 2014

Almas "irmãs"...



Frutas de oiro

À coroa de um barco

Se avistavam




Vem a Lua
Sempre alba
Com sua suave

Mostrar o caminho da calma

Ao suave e doce cantar

Um dia ou noite se juntam
De dia um
Noite é outro sem se precatar

Sendo um serão um mundo
Novo mundo de luz a se criar;


Sem comentários: