Música

quinta-feira, março 05, 2015

QUEM JÁ FOI E VOLTOU assim ampara quem ficou









Uma linha sem história
uma história sem linhas
Linhagens de linhos da terra
que eram brancos de alvura – eternos
que se usavam com premura
na noite mais viva e mais pura

Que assim eram entrançados entre os da viva via e os da linha aqui nascida
Assim de novo chamados
para de novo serem ligados
Assim entre tantos  e tantas – convocados
em sonhos e predestinações
Em convites de fundo – de vivos corações

entre o sentir do lugar e da terra a chamar
é o sentir das estrelas – tão belas – quais pontos de luz a convergir
que se faz por dentro e que por fora nos ajuda a luzir

nem tanto roupas de ocasião





Sem comentários: