Música

terça-feira, fevereiro 12, 2013

As VIRTUDES e os VALORES assinalados...


ESTÁ NA HORA


De que a Laranjeira deixe de ser um sonho de Hespérides
E Sua flor e graça... sua fortaleza simples com base no brilho de verdade que com o tempo não passa
Possa firmar de novo os alicerces de Portugal... conduzir vidas de novos e velhos e - sábia - guiar seus passos entre as névoas, com sereno ademão...

De que a fina flor de virtude se alie à boa Lis...
Que o Sil deixe de ser alcume e passe assim a definir o País...

Se erguem cavalo e cavaleiros - em defesa dos bens derradeiros - que são honra, sentido e tradição

Ordenados fostes para permanecer, quando o escuro e negro tempo se abate sobre os que dormem sem o saber...



Guardas de tempos imemoriais - conscientes da sua própria linhagem e tradição...

É HORA - de que digas "NÃO!" 

- à corrupção da tua memória, à arrumação da tua história e ao frio desrespeito pela tua linha e geração;



É hora de que encontres mãos amigas, abraços sinceros, palavra dada que se não retira e peitos abertos...

 olhares claros de luz e fé iluminados... 

fortaleza de se erguer sobre pilares de diamante... 

não estes que nos prendem, que nos vendem... 

que são de fino servir... 

frio cristal...

coagir



É hora que recordes - QUE ÉS AFINAL - qual o sentido, do teu abrigo... 


qual o sinal do teu despertar...


Uma estrela se levanta no ceptro florido... 

uma luz desafia a treva e espalha novo brio entre o povo que começava a se arrastar pelo chão...



Procura-a irmão... está tão perto que quase a sentes na palma da mão...

Procura-a!

Sem comentários: