Música

quarta-feira, abril 12, 2006

Grañon

"Deus está aqui
tao certo como o ar que respiro
tao certo como a manha que se levanta
tao certo como este canto que podes ouvir..."

Foi esta a música que ouvi na minha mente ao chegar à casa de Deus...

Lembro a primeira vez que entrei neste refúgio - numa vilazinha pacata, após uma cidade de santo e tudo... havia um cartaz que rezava:

"Deixa o que puderes
ou
toma o que precisares"

Estava na parte de dentro de um pequeno cofre de madeira... era o dinheiro da doaçao que - quem quisesse - deixava naquele lugar...

A porta estava aberta - nao estava lá o hospitaleiro voluntário, que tinha ido comprar as coisas para esse dia.
O dinheiro estava exposto, na porta de baixo - depois de subir as escadas da igreja - apenas um papel: "Peregrino - esta é a tua casa... entra e fica à vontade"... escrito em vários idiomas...

Ao cimo das escadas estendia-se um salao.
Madeira, cadeiras, mobilias simples, uma lareira... silêncio, paz, familiaridade...

No mesmo chao de madeira estendiam-se umas esteiras - cama amiga de peregrino cansado.
Alguém fizera toda aquela hospitalidade com suas proprias maos... e ajuda de gente amiga.

José Ignácio - é o nome do amigo de Deus que construiu a casa.
Cozinhamos em conjunto, comemos com os hospitaleiros, fomos recolher batatas para o Inverno naquele dia de Setembro...

Naquele 2001, rezamos Sao Francisco - com todas aquelas coisas simples... que unem... como "Religio" em latim... "religar".
Onde haja guera, que eu seja paz, onde haja sofrimento, que eu seja conforto...

A missa terminara há muito, a igreja estava fechada... mas nós estavamos lá... com uma pequena chama de esperança nas maos, irmaos no sentir... gémeos ao caminhar...

Silêncio, a chama de uma vela, a luz do sentir-se em casa... em Deus... "Entheous"... entusiasmo plácido e paz...

A Kika e o Jose Luis eram quem nos servia desta vez, quem nos deliciava com a simplicidade de se entregar... suponho que isto significava realmente o de "conservar a vida e perdê-la... entregar e encontra-la" na escritura...

Gentes...
Um jovem lemao - de 20 anos - que decidiu terminar isso das "carreiras" e corridas lançando-se em voluntariado social... mandaram-no para Inglaterra - cuidar um Homem tetraplégico de 55 anos... de quem ele agora é o "Pai"... e ele foi... e segue... caminhando em busca de si mesmo...

Hoje o dia terminará em Tosantos... outro lugar da rede do Ignácio.
Ele nao está por cá - agora está numa Cidade: Logroño.
Mesmo com a massificaçao do caminho - graças às guias e afins que promovem em Grañon, Tosantos, Bercianos del Real Camino, pontos exóticos onde o peregrino moderno pode degostar algo do espírito medieval da epopeia interior no caminhar a Santiago... eles mantêm a chama viva...
Eu disse o nome dos mais de 50 peregrinos que passaram no dia anterior pelo refúgio... hoje alguém dirá o meu - na oraçao comunitária antes da ceia... e todo esse "bem haja" estará sobre mim, em mim, comigo...

Acácio - simplesmente, nao sei como me leste, como sabias que eu caminhava, como me disseste que me conheces...

Em Viloria, ocupas um espaço que tras paz e bem estar.
Trazes esse algo de espiritual, mágico e simples que caracteriza o teu povo Brasil...
Obrigado pelo olhar, pelo cumprimento sincero e pela paz do teu espaço... bem haja a ti e ao teu "caminho"...

Bem haja a todos...

Agora é sair de Belorado e caminhar até Tosantos...

A semana santa esta a chegar e - com ela - o peregrino fica com alguma dificuldade nas compras diárias...

Mas estamos sempre com algo do nosso lado...

Santiago sori no pórtico da Glória... e nós vamos descobrir porquê...

4 comentários:

marta* disse...

Deus está aqui
tao certo como o ar que respiro
tao certo como a manha que se levanta
tao certo como este canto que podes ouvir...

Tu o pode sentir movendo-se por entre os ramos;
tu o podes ouvir canto conosco aqui;
Tu o podes levar quando por esta porta saias...

bom caminho***

Micas disse...

"Silêncio, a chama de uma vela, a luz do sentir-se em casa... em Deus... "Entheous"... entusiasmo plácido e paz..."

Não carece de mais palavras ou comentários...

Fraterno abraço e boa Páscoa.

brida disse...

Amigo caminhante..... não tens dado relato da tua viagem....espero que esteja tudo bem.

Faz-nos bem a tua partilha.

Bem hajas

Micas disse...

Está tudo bem por aí?
Beijinho