Música

domingo, março 13, 2016

PELAS CRIANÇAS QUE HÃO DE VIR A CHEGARA SER - PELO TEMPO QUE SE PUDER PARTILHAR AVÊLAS CRESCERE POR AQUELAS QUE JÁ NÃO PUDEMOS RESGUARDAR - UMAS E OUTRAS A MESMA VIDA EM TODO E QUALQUER LUGAR


VMA

P
E L E

À

V
I
R

A

C
H@GAR
 A 
H AVE R


P
OR
V
M
A

VID
A

INTEGRA

P
LE
N
A E 
DI
G
N
A
'
VM
A
PEL
O


mundo a fora 
pelas crianças 
que não se percam 
no caminho 
na via 
de chegar 
Ser

tes
tem
v
nho

viv
e
n
te

d
e
s

 ser 
desta 
nos
sa

vid
aa
'

ao 
nvn
c
A
M
A
I
S

A

che
g
arem

estar


au() 

sentes






Would you know my name

If I saw you in heaven?
Would it be the same
If I saw you in heaven?

I must be strong

And carry on
'Cause I know I don't belong
Here in heaven

Would you hold my hand

If I saw you in heaven?
Would you help me stand
If I saw you in heaven?

I'll find my way

Through night and day
'Cause I know I just can't stay
Here in heaven

Time can bring you down

Time can bend your knees
Time can break your heart
Have you begging please
Begging please

Beyond the door

There's peace, I'm sure
And I know there'll be no more
Tears in heaven

Would you know my name

If I saw you in heaven?
Would it be the same
If I saw you in heaven?

I must be strong

And carry on
'Cause I know I don't belong
Here in heaven

'Cause I know I don't belong

Here in heaven

















UMA
CHE
GA
UMA
NOT
A
PRE
VIA


UM SABER
ENTRE
LA

ES
TV
QUEM SEGVE
QUEM BEM
SE
G
VIA

A
S
E  G
VIR


ES
SA
T
V
A

V  I A
C  O
M
O
V
I
D       A

Q
VE 
M
A    L
V
M        I
E
N
TI
D  A  D
E
B
E   M
E
VERA

"VERDADE"

MATER
NA 
PATER
NA
L
I
DA   DE






Podes vir a qualquer hora
Cá estarei para te ouvir
O que tenho para fazer
Posso fazer a seguir

Podes vir quando quiseres
Já fui onde tinha de ir
Resolvi os compromissos
agora só te quero ouvir

Podes-me interromper
e contar a tua história
Do dia que aconteceu
A tua pequena glória
O teu pequeno troféu

Todo o tempo do mundo
para ti tenho todo o tempo do mundo
Todo o tempo do mundo

Houve um tempo em que julguei
Que o valor do que fazia
Era tal que se eu parasse
o mundo à volta ruía

E tu vinhas e falavas
falavas e eu não ouvia
E depois já nem falavas
E eu já mal te conhecia

Agora em tudo o que faço
O tempo é tão relativo
Podes vir por um abraço
Podes vir sem ter motivo
Tens em mim o teu espaço

Todo o tempo do mundo
para ti tenho todo o tempo do mundo
Todo o tempo do mundo







Sem comentários: